Projeto do Centro Pastoral da Paróquia Nossa Senhora das Dores de Rajada

Projeto do Centro Pastoral da Paróquia Nossa Senhora das Dores de Rajada
Clique na imagem e veja todas fotos do centro pastoral. (Projeto: Phana Neri)

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Web Rádio Juac

 

domingo, 5 de janeiro de 2020

Fim do ciclo: depois de nove anos, coordenador da Pastoral da Comunicação da paróquia de Rajada encerra atividades na função.


Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé.” (II Timóteo 4, 7)
Neste dia 05 de janeiro de 2020, com o coração “leve, alegre e agradecido”, comunico o fim de minhas atividades como coordenador da Pastoral da Comunicação da Paróquia Nossa Senhora das Dores, sediada no distrito de Rajada, Petrolina – PE, depois de nove anos de atuação.

Após esse período na pastoral, posso afirmar que encerro um ciclo maravilhoso, de desafios, sim; mas também de grandes conquistas, aprendizados, alegrias e partilhas, pois notei, entre tantos fatos, a necessidade de ser Igreja, também através da comunicação não apenas dentro das limitações territoriais do distrito de Rajada, mas, de anunciar tudo quanto fosse possível das mais diversas pastorais, grupos, movimentos, paróquias, comunidades, dioceses e tudo que pudesse favorecer na propagação do Evangelho de Cristo, pois a Pastoral da Comunicação em sua essência, também é isso: servir a todos na propagação do que é justo diante de Deus. A leveza no meu coração, também surge da consciência de que no processo, errei, falhei, mas também, alcancei grandes vitórias, incontáveis alegrias.

A condução dos trabalhos de uma pastoral tão importante e apaixonante, por quase uma década, também merece muitos agradecimentos, pois, ninguém realiza nada isoladamente, sozinho. Inicio, portanto, meu agradecimento principal a Deus, pela condição proporcionada a mim, razão principal pela qual encontrei forças e o caminho certo para seguir. Agradeço ao padre José Guimarães Amorim, que, em 2011, quando administrou a paróquia Nossa Senhora das Dores de Rajada, confiou a mim a coordenação, montagem e condução de toda estrutura; muito mais que isso, acreditou, rezou e apoiou incondicionalmente todos os trabalhos da pastoral e os planos que lhe apresentei. Muito obrigado padre José Guimarães! Nesses nove anos, muitos padres também passaram pela paróquia, seguindo o mesmo exemplo do padre José Guimarães. Ainda citando padres, agradeço ao padre Breno, atual administrador da paróquia e os demais da diocese. Tive a alegria de poder fazer parte da pastoral, sob o pastoreio diocesano de três bispos, os atuais eméritos: Dom Paulo e Dom Manoel; e de Dom Francisco, atual bispo da diocese, ambos com o apoio devido. Os agradecimentos continuam a tantos amigos da comunicação do Vale do São Francisco, espalhados pelas diversas rádios, TV, blogs, carro de som, gráficas, empresa de ônibus, comerciantes, pastoral da comunicação diocesana, jornais impressos e muitos outros que favoreceram até aqui a ampla comunicação.
Quero agradecer de forma toda especial à Alessandra Nascimento, que atuou como vice-coordenadora da pastoral, por todo apoio e trabalho desenvolvido, junto com os demais membros (atualmente 17), que há cerca de um ano e sete meses iniciaram seus trabalhos na Pastoral da Comunicação, fortalecendo ainda mais todas as atividades. Queremos (eu e Alessandra) desejar a nova coordenação, muito êxito nos trabalhos da pastoral, desejando ainda que Nossa Mãe Maria, interceda cada vez mais por todos.
Desejo que o Amor seja sempre a porta principal de nossas ações, pois:  “Tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8,28).
Obrigado Senhor, por tão preciosa experiência de comunicar e evangelizar!
Pastoral da Comunicação: há nove anos comunicando e evangelizando.
Atenciosamente,
Veromilton Nunes – ex-coordenador da Pastoral da Comunicação

Agradecimentos de Alessandra Nascimento, após encerrar atividades como vice-coordenadora da Pastoral da Comunicação.



Paz e bem a todos! É com grande satisfação e gratidão a Deus que me despeço dos meus trabalhos como vice-coordenadora da Pastoral da Comunicação. Nela aprendi muitas coisas e em nenhum momento me lamento de nada, pelo contrário "Combati o bom combate!" Parabenizo meu coordenador, Veromilton que carregou em 9 anos essa responsabilidade, mostrou sempre dedicação e empenho. Correto em tudo. Cuidadoso com todos os detalhes para proteger e nunca prejudicar a pastoral. Milton, sempre trabalhou conosco em consenso e sempre atento com cada membro. Sou imensamente grata a Deus por ter passado esses dois anos ao lado dele, que além de ter sido meu coordenador, é meu compadre e amigo. Deixo os meus trabalhos que honrei com dignidade, dando o meu melhor e posso dizer de coração que amo essa pastoral, que para mim não tem outra que eu mais me identifico. Jesus Cristo nos mostra outros ares e decisões que têm ser tomadas, e hoje, com a posse dos novos articuladores peço a Deus que em todos os momentos da caminhada, foquem na estrela maior que é Jesus Cristo! Rezarei sempre para dar força a cada um nessa caminhada e que tudo seja para honra e glória d'Ele. Veromilton, ainda ressalto mais uma coisa: coloque a cabeça no travesseiro tranquilo com relação aos seus trabalhos e a condução da pastoral, pois nesses anos todos o que mais fizemos nessa caminhada foi tentar acertar. Feliz é a pastoral que agora assumirá e como eu lhe disse, foi Deus que mandou essa missão para você e quem mais amou fui eu. Agradeço a todos que torceram e rezaram por nós. Foi difícil, mas as alegrias e realizações superaram todas as dificuldades. Agradeço de coração ao padre Breno pelo o apoio e pela bênção que nos foi dada em nossa saída. Peço padre, que o senhor continue rezando por mim, por Veromilton e pela pastoral, pois precisamos, e muito. Deus o abençoe e muito obrigada mesmo. E como disse antes, Deus nos prepara outros ares e decisões que  temos que tomar. Espero em Deus que o meu serviço como serva do Senhor, seja sempre para somar.
Sejamos sempre luz para o nosso irmão.
Aos articuladores da nossa paróquia desejo força, sabedoria e entendimento para enfrentar todos os obstáculos, nessa nova caminhada. E que o Espírito Santo os ilumine mostrando a cada um a estrela maior que é Jesus Cristo. Continuarei rezando por tudo e por todos!
Ana Lyvia e Deusimária (novas articuladoras da Pastoral da Comunicação) meus sinceros votos de uma abençoada e feliz caminhada.
Estarei sempre aqui à disposição, independente de estar ou não na pastoral. Deus abençoe vocês!
Obrigada meu Senhor! Obrigada Nossa Senhora Mãe das Dores! E agradeço também pelo o acolhimento abençoado que tive e que tenho na Pastoral da Comunicação!
Me despeço com alegria e coração tranquilo do que eu fiz, foi em Teu nome Senhor e sou muito grata a Ti por tudo!!! Deus nos abençoe sempre.
Alessandra Nascimento 

Da série recordações: Algumas das ações da Pastoral da Comunicação da paróquia de Rajada.

Banner oficial da Pastoral da Comunicação
 Banners produzidos em parceria comunidade/pastoral
Blog da Pastoral - chegando aos 300 mil acessos
  Entrevista na TV Grande Rio - Festa da padroeira 2019
 
 Cobertura e apoio no desfile - Festa da padroeira 2013
Página da Pastoral da Comunicação no Instagram  
Blog oficial da Pastoral da Comunicação 
 Página oficial da Pastoral da Comunicação no Facebook 
Divulgação em outdoor - Festa da padroeira 2015
 Divulgação em outdoor - Festa da padroeira 2014
 Camisa oficial da Pastoral da Comunicação
Placa de divulgação da Pastoral da Comunicação  
Divulgação em outdoor da Festa da padroeira 2016
Entrevista Rural FM - Festa da padroeira 2015
Entrevista na Rural FM - Festa da padroeira 2016
Divulgação em ônibus - Festa da padroeira 2015
Divulgação em ônibus - Festa da padroeira 2017

Assembleia paroquial acontece hoje na Igreja Matriz de Rajada.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Motivações para um Ano Novo.


Um ano novo traz novas esperanças. É um momento de reflexão, de olhar para o ano que passou e fazer uma avaliação sobre o que fizemos de bom…
Há um provérbio que diz que “um homem motivado vai a Lua, sem motivação não atravessa a rua!”.
Um ano novo traz novas esperanças. É um momento de reflexão, de olhar para o ano que passou e fazer uma avaliação sobre o que fizemos de bom, e manter para o novo ano; e o que fizemos de mal e que deve ser deixado ou corrigido. Agradecer as graças que recebemos de Deus e pedir perdão por nossos erros. Continuar a caminhada em busca da perfeição querida por Deus.
Precisamos ter metas pessoais para o novo ano, sem isso nada se realiza de bom. O objetivo geral deve ser amadurecer e crescer na fé, na espiritualidade, no amor às pessoas, no desapego das coisas transitórias; enfim, fazer a alma crescer. São Paulo nos lembra que “não importa que o corpo vá desfalecendo, desde que o espírito se renove…” E ele nos lembra ainda que “a nossa tribulação presente, momentânea e ligeira, nos prepara um peso eterno de glória sem medidas” (2 Cor 4,16).
Para isso, manter a luta constante contra os pecados, aproveitar melhor o tempo que Deus nos dá; melhorar a qualidade da oração e da meditação diária, receber bem os sacramentos, exercitar a paciência e não ficar murmurando nas contrariedades, viver na fé, confiando em Deus. Não se deixar vencer pelo mau humor.
A escolha das metas, não muitas, deve ser feita em cima do exame do que não fizemos bem no ano que findou. O que eu preciso mudar? Ser bem objetivo e prático. Em seguida, perseguir essas metas com perseverança, pedindo a Deus a graça de cumpri-las, com calma e alegria, sabendo recomeçar se falhar, mas não desanimar e nem desistir. Santa Teresa de Jesus aconselhava: “Importa muito, em tudo, uma grande e muito determinada força de não parar até chegar à meta, venha o que vier, suceda o que suceder, custe o que custar, murmure quem murmurar”.  (Fonte: cleofas.com.br)

Em 2020, continue nos seguindo também pelo Instagram.

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Na XXIII edição, paróquia de Rajada celebra hoje a primeira "Hora da Graça" de 2020.


A Paróquia Nossa Senhora das Dores, com sede no distrito de Rajada, Petrolina - PE, realizará logo mais, às 19h, a vigésima terceira edição da "Hora da Graça".
Na programação, que será realizada na Igreja matriz da Paróquia, acontecerá a reza do Terço do poder de Deus, consagração a Nossa Senhora e Adoração ao Santíssimo Sacramento. 
É solicitado que cada participante,  leve um produto de higiene pessoal para doação para a Casa Rainha dos Anjos, localizada no Projeto Maria Teresa, Km 18, em Petrolina - PE.
O tema da primeira “Hora da Graça” do ano será: Renovados pela força da fé!

Missa de final de ano e solenidade de Santa Maria Mãe de Deus na paróquia de Rajada.







quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Hoje é dia da Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus.


Oitavas de Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que graça para nós começarmos o primeiro dia do ano contemplando este mistério da encarnação que fez da Virgem Maria a Mãe de Deus!
Este título traz em si um dogma que dependeu de dois Concílios, em 325 o Concílio de Nicéia, e em 381 o de Constantinopla. Estes dois Concílios trataram de responder a respeito desse mistério da consubstancialidade de Deus uno e trino, Jesus Cristo verdadeiro Deus e verdadeiro homem.
No mesmo século, século IV, já ensinava o bispo Santo Atanásio: “A natureza que Jesus Cristo recebeu de Maria era uma natureza humana. Segundo a Divina Escritura, o corpo do Senhor era um corpo verdadeiro, porque era um corpo idêntico ao nosso”. Maria é, portanto, nossa irmã, pois todos somos descendentes de Adão. Fazendo a relação deste mistério da encarnação, no qual o Verbo assumiu a condição da nossa humanidade com a realidade de que nada mudou na Trindade Santa, mesmo tendo o Verbo tomado um corpo no seio de Maria, a Trindade continua sendo a mesma; sem aumento, sem diminuição; é sempre perfeita. Nela, reconhecemos uma só divindade. Assim, a Igreja proclama um único Deus no Pai e no Verbo, por isso, a Santíssima Virgem é a Mãe de Deus. (Fonte: cleofas.com.br)

Na paróquia de Rajada: Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus acontecerá hoje.


Programação de final de ano continua na paróquia São Paulo Apóstolo, Areia Branca.

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Feliz Ano Novo, com: saúde, paz, fé, alegria, realizações...

Programações da paróquia Nossa Senhora Aparecida, Vila Eduardo.

Você já fez a sua retrospectiva de 2019?


É tradição fazer a retrospectiva do ano que passou, sempre no final de dezembro. Uma prática indispensável para quem quer conduzir a vida balizada por valores morais e assume o compromisso de ser bom, de desempenhar bem suas responsabilidades e missão. A cidadania ganha muito de quem faz um balanço de seus atos, conduta, palavras e escolhas. Tem muito a ver com a dinâmica do exame de consciência diário que a espiritualidade cristã católica indica.
Essa prática é um caminho indispensável, condição de superação de arbitrariedades, perda de rumos que comprometem a ordem moral e traz grandes prejuízos para a vida familiar, profissional e política. O limiar da contagem dos últimos momentos de 2019 deve ser propício para uma retrospectiva em dinâmica de exame de consciência.
A tradicional retrospectiva veiculada na TV é interessante, pois proporciona uma visão de conjunto de tudo o que se viveu e aconteceu mundo afora. É uma retomada de acontecimentos que inclui as catástrofes e fracassos na política, na economia, momentos de alento mostrando a saudade de celebridades que partiram ou o apogeu de desportistas, artistas e alguns outros. Um enfoque incluído é aquele dos resultados negativos e das perdas causadas pela violência, pelo narcotráfico e pela dependência química, pelas artimanhas políticas e interesseiras. No conjunto desse cenário aparece aqui e acolá brotos de esperança para alentar a passagem do ano e inspirar novos propósitos, tão indispensáveis para que se possa viver melhor.
Inquestionável é a necessidade de conhecer essa retrospectiva com a ajuda de imagens que impactam e reavivam na memória do coração razões de lágrimas, sorrisos, alegrias de conquistas e ternura indispensável. Mas é importante também fazer a própria retrospectiva, na individualidade da conduta cidadã, da experiência da fé e do sentido dado à própria vida. Esse momento é um exame de consciência capaz de fazer brotar um espetáculo que não se esvai facilmente como a meia hora de shows pirotécnicos da noite do réveillon.
A explosão da alegria com a chegada do ano novo pode ser fecundada por uma preparação também pessoal. Um exame individual que pode remeter ao núcleo mais recôndito da consciência para lá viver uma escuta indispensável – antes dos brados de alegria. A escuta faz da interioridade fonte de uma sabedoria que, inteligentemente, reorganiza a vida. É um caminho para a verdadeira felicidade, exercício que sustenta a cidadania e alimenta o gosto pelo bem comum. Uma escuta que gera e mantém o tecido interior de quem acata as exigências do mundo contemporâneo, que pede o fim de práticas cartoriais, de um modo antiquado de fazer política, marcado pelo coronelismo ou pela mesquinhez própria de senhores de engenhos de séculos passados.
É entristecedor conhecer a lista de quem está impedindo avanços mais audazes de projetos que poderiam ajudar instituições a evoluírem. A retrospectiva oportuna nessa preparação para o ano novo precisa considerar e cuidar dos brotos de esperança que devem dar sentido à fraternidade como dom. A compreensão deste sentido é uma força para banir as maldades tácitas que perpetuam disputas e mantém tantos como reféns na armadura de uma estatura pessoal minúscula e pouco cidadã.

A passagem de ano é um convite para viver a vida como admirável experiência do dom, vendo o quanto a gratuidade deve estar presente em todos os atos e ações. Assim é possível romper a visão meramente produtiva e utilitarista da existência. O critério para presidir uma retrospectiva adequada é a consideração de que o ser humano é feito para o dom, graças à capacidade para a transcendência. Esta transcendência cultivada abre o caminho de superação da condição humana ferida e permite alcançar conquistas, na política, na ação social, na educação, na cultura e nos costumes. Do cultivo desta capacidade, nascem muitos novos brotos de esperança.
Dom Walmor Oliveira de Azevedo - Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, MG (Fonte: cleofas.com.br)

Missa de final de ano acontecerá hoje às 17h na paróquia de Rajada.

Seguidores